Espécie: Schizolobium parahyba (Vell.) Blake

Sinônimos: Cassia parahyba Vell., Schizolobium kellermanii Pittier

Família: Fabaceae – Caesalpinioideae

Nome popular: guapuruvú, guapurubu

Distribuição geográfica: Bahia até Santa Catarina

Forma de vida: Fanerófita

Folha: Compostas bipinadas, alternas espiraladas

Flor: De cor amarela, vistosas, bissexuadas, diclamídeas

Fruto: Tipo sâmaras paleáceas deiscentes, com uma única semente dura e protegida por um envelope fibroso

Inflorescência: –

Floração: Final de agosto prolongando-se até outubro

Frutificação: Amadurecem em abril – julho

Grau de ameaça: –

Observação: Planta decídua, pioneira e seletiva. Característica exclusiva da mata Atlântica. Árvore nativa de mais rápido crescimento.